fbpx
USD/BRL:
PT | EN | ES |      

Segmento de produtos químicos mantém elevação

por Marina

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O segmento de produtos químicos de uso industrial mantém, pelo quarto mês seguido, elevação em seus principais índices, segundo Relatório de Acompanhamento Conjuntural (RAC) da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). Nesse cenário, o volume de produção cresceu 2,9%, as vendas internas tiveram alta de 0,31%, enquanto a demanda nacional por produtos químicos teve crescimento de 17,4% em setembro. 

Continua depois do formulário



Segundo a diretora de Economia e Estatística da Abiquim, Fátima Giovanna Coviello Ferreira, a atividade interna mostra melhoria consistente nos últimos quatro meses, após um período de forte retração, entre abril-maio, estimulado pela Covid-19. “Tradicionalmente, para os produtos químicos de uso industrial, que estão na base de diversas outras cadeias industriais, os meses de julho a outubro são os melhores do ano, em razão das encomendas de Natal e do período de verão, que eleva a procura por descartáveis e outros itens. Neste ano, além desse movimento sazonal, há ainda recomposição geral de estoques em diversas cadeias, além de uma elevação conjuntural da demanda por químicos não só no Brasil, mas também no mercado internacional”, afirma a diretora da Abiquim. 

Na comparação de setembro de 2020 com igual mês do ano passado os resultados também são positivos: o índice de produção cresceu 8,05%, o de vendas internas teve resultado 18,38% melhor e o CAN registrou elevação de 31,5%. A utilização da capacidade instalada alcançou 77% em setembro, seis pontos acima do registrado em igual mês do ano passado. Os volumes também cresceram no acumulado do terceiro trimestre do ano, em relação aos dados do segundo trimestre: o índice de produção foi 24,5% superior, o de vendas internas teve desempenho 50,74% melhor e o CAN cresceu 27,1%. 


Fonte: Agrolink

LEIA TAMBÉM: