fbpx
USD/BRL:
PT | EN | ES |      

EUA desenvolve soja resistente a pulgões

por Guilherme Bezzarro

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 


Imagem: Pixabay



Os pesquisadores da Universidade de Minnesota desenvolveram uma variedade de soja convencional resistente a pulgões (Aphis glycines). De acordo com o pesquisador principal do projeto, Dr. Bob Koch, o objetivo é atingir uma semente que reduza o uso de inseticidas de forma natural.

“A pesquisa de Minnesota e de outros estados mostra que essas variedades podem ser muito eficazes na proteção das plantas de soja – protegendo sua produção, evitando o crescimento das populações de pulgões. Mas o desafio é que eles não estão amplamente disponíveis”, disse Koch.

Outro elemento de sua pesquisa é o uso de tecnologias de sensoriamento remoto para ajudar os agricultores a visualizar onde estão as infestações em seus campos. Usando dados de satélite, os pesquisadores foram capazes de detectar níveis prejudiciais de pulgões. Os agricultores podem então usar esses dados para determinar quais culturas se beneficiariam com o tratamento e quais não.



Koch disse que esta será uma ferramenta importante para os agricultores que estão aplicando inseticida em seus campos. Saber quais áreas precisam do inseticida reduz a tendência de cobrir o campo com inseticidas e ajuda os agricultores a optar por uma aplicação mais direcionada, o que também pode economizar dinheiro.

“A disponibilidade agora com soja resistente a pulgões, especialmente no norte de Minnesota e no centro de Minnesota é muito, muito limitada”, disse Lorenz. “Em geral, as grandes empresas de sementes realmente não desenvolvem soja resistente a pulgões ... então minha filosofia é que quanto mais desenvolvermos, melhor estaremos em termos de opções para os agricultores”, disse o professor e pesquisador da Universidade Aaron Lorenz.

Por: Leonardo Gottems | Agrolink