fbpx
USD/BRL:
PT | EN | ES |      

Exportação de soja do Brasil em junho reduz ritmo e fica abaixo de 2020, diz Secex

por Mateus Ramos

Imagem: Pixabay



A média diária de embarques de soja do Brasil desacelerou e atingiu 582 mil toneladas até a terceira semana de junho, volume que já fica abaixo das 606,74 mil toneladas/dia do mesmo mês do ano passado, mostraram dados do governo federal nesta segunda-feira.

Até a semana anterior, o maior produtor e exportador global da oleaginosa embarcava 637,56 mil toneladas diárias e ainda superava a média de junho de 2020, informou a Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

O país acumulou até a terceira semana de junho vendas de 7,56 milhões de toneladas do grão. Caso a média diária de embarques permaneça, o Brasil pode registrar 12,2 milhões de toneladas enviadas ao exterior, ligeiramente abaixo dos 12,7 milhões de junho de 2020.



Apesar do atraso na colheita da safra 2020/21, grande parte da exportação de soja ficou concentrada entre março e abril. No quarto mês do ano, por exemplo, o Brasil chegou a marcar recorde mensal de embarques, com 17,38 milhões de toneladas.

Ainda de acordo com os dados Secex divulgados nesta segunda-feira, o petróleo registrou exportações fortes, de 450,9 mil toneladas ao dia, ante 259,4 mil no mesmo mês do ano passado.

Por: Nayara Figueiredo e Gabriel Araujo | Notícias Agrícolas