fbpx
USD/BRL:
PT | EN | ES |      

Indonésia testará combustíveis com 40% de biodiesel

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Imagem: Adobe Stock

O governo indonésio disse que iniciará testes rodoviários de B40, um combustível que contém 40% de biodiesel, em fevereiro, enquanto avança com seu plano de usar mais combustível derivado de óleo de palma no transporte.

O Ministério da Energia e Recursos Minerais disse na segunda-feira que o julgamento envolveria vários produtores e instituições governamentais, como a Associação da Indústria Automotiva da Indonésia, a Associação de Produtores de Biocombustíveis da Indonésia (Aprobi), a empresa estatal de petróleo e gás Pertamina, a Agência de Gestão do Fundo de Plantações e Ministério da Indústria.



A Indonésia é o maior produtor e exportador mundial de óleo de palma e biodiesel. Durante 2021, implementou o uso massivo de B30 (30% de teor de biodiesel) para reduzir suas importações de energia e aumentar o consumo de óleo de palma. Agora, o Ministério da Energia disse que planeja testar dois tipos de misturas de B40, uma com 30% de éter metílico de ácidos graxos (FAME) e 10% de éster metílico de palma destilado (DPME), e outra com 30% de FAME e 10% de diesel renovável feito de óleo de palma.

"O uso do B40 deve ser seguido por uma melhoria na qualidade tanto do biodiesel quanto do gasóleo", disse Dadan Kusdiana, diretor-geral de energia renovável do ministério. Kusdiana disse que o teste de estrada levará cerca de cinco meses e uma decisão sobre a implementação obrigatória do B40 será tomada assim que os testes forem concluídos.

O governo planejava lançar o programa B40 em 2021, mas adiou seus planos devido ao alto preço do óleo vegetal. A Associação Indonésia de Óleo de Palma (GAPKI) espera que o B40 seja finalmente implementado este ano.

Por: Leonardo Gottems | Agrolink