Soja: Bolsa de Cereais de Buenos Aires mantém projeção mesmo com chuvas

Potenciais rendimentos muito altos da soja em regiões centrais da Argentina provavelmente compensarão as perdas geradas com as chuvas torrenciais registradas nos últimos dias. É o que aponta a Bolsa de Cereais de Buenos Aires em seu novo relatório, conforme divulgado pelo Blog AgroSouth News.

 

A Bolsa da capital argentina não alterou sua projeção de produção da oleaginosa, que estava fixada em 56,5 milhões de toneladas no momento em que a colheita avança a 7,8% da superfície. O resultado representa um avanço de 1,8 ponto percentual na semana e um atraso de 6,2 pontos percentuais comparando ao ano passado.

 

As melhores situações estão em partes de Córdoba, centro e norte de Santa Fé e em menor medida na província de Entre Ríos. A Bolsa de Cereais de Buenos Aires também assinala que a possibilidade da aparição de novas doenças é baixa, pois as baixas temperaturas mantém o problema sob controle.

Para o milho, a colheita chegou a 18,2% - com o avanço de 3,2 pontos percentuais na semana. A projeção de produção é de 37 milhões de toneladas. Um grande potencial de rendimento é visto na maioria das regiões. 

Fonte: Agrolink