Tecnologia ao lado de desempenho campeão

Tecnologias da BASF em defensivos contra a ferrugem são destaque no Desafio de Máxima Produtividade de Soja promovido pelo CESB

Combater a Ferrugem Asiática exige uma combinação entre tecnologia e ações de manejo inteligente. Com um amplo portfólio para a proteção do cultivo de soja, a BASF está ao lado dos agricultores construindo um trabalho sólido contra a doença. Assim, contribui para a obtenção de resultados de produtividade excelentes, como os de Elton Zanella, do município de Campos de Júlio/MT, bicampeão da região Centro-Oeste do prêmio CESB.

Confira o depoimento de Elton Zanella: https://www.youtube.com/watch?v=Ca0wqGKFG4A&feature=youtu.be

Na opinião do produtor, a marca de 122,20 sacas por hectare é fruto de um conjunto integrado de fatores que incluem desde produtos de qualidade até uma parceria que auxilie nas tomadas de decisões, somando eficiência ao manejo contra a ferrugem. Entre as tecnologias aplicadas no manejo de Zanella estavam os fungicidas Orkestra®SC e Ativum®, desenvolvidos pela BASF.

Além da escolha do defensivo certo, o manejo correto do cultivo é essencial para um resultado de alta produtividade. Por isso, fique atento a algumas dicas para um manejo eficiente :

1- Aplique os fungicidas de forma preventiva.

2- Respeite o intervalo entre as aplicações e doses recomendadas. 

3- Asssocie multissítios aos fungicidas com modo de ação específico.

4- Rotacione os fungicidas utilizando os grupos químicos disponíveis como triazóis, estrobilurinas, carboxamidas, morfolinas e multissítios.

 

5- Faça no máximo duas aplicações de carboxamida ao longo do ciclo.

6- Priorize as variedades de ciclo mais precoce e não plante soja safrinha. 

7- Faça a rotação de culturas.

8- Priorize a semeadura em épocas menos propícias ao desenvolvimento da doença

9- Utilize tecnologias de aplicação eficientes.

10- Priorize variedades com maior tolerância genética

11- Respeite o “vazio sanitário”.  

Para a próxima safra, a BASF apresentará novidades que complementarão seu portfólio de soja. 
Para saber mais, acesse: www.agro.basf.com.br

Fonte: Agrolink