São Paulo enfrenta redução na área plantada de trigo em 2024

São Paulo enfrenta redução na área plantada de trigo em 2024
Imagem: Pixabay

Em decorrência da redução do volume produzido no ano e dos produtores reservando um espaço maior para o cultivo de outros grãos, o território paulista terá uma redução na área plantada de trigo em 2024, de acordo com as informações apresentadas durante reunião da Câmara Setorial do Trigo de São Paulo no dia 29 de fevereiro, em Capão Bonito (SP).

Esse foi um dos temas debatidos no encontro, que reuniu a cadeia produtiva do trigo para analisar as projeções para o ano e debater como o estado pode continuar produzindo com qualidade a matéria-prima para a indústria moageira paulista.

“Todas as cooperativas que apresentaram seus reportes apontaram para uma redução de, pelo menos, 20% de suas áreas para a próxima safra. Essa tendência, provavelmente, vai se refletir no saldo final de produção no encerramento do ano”, explica o novo Presidente da Câmara Setorial, Nelson Montagna. Além disso, elas indicaram como principal fator para essa decisão a indecisão dos produtores sobre qual cereal plantar em suas propriedades. Nesse contexto, o milho surge como uma opção mais favorável para eles.

O impacto do hemisfério norte na produção de trigo

Rafael Mihailovici da OpenSolo discutiu a relevância do Hemisfério Norte para o mercado global de trigo, abordando o contexto mundial e brasileiro. Segundo relatório recente do USDA, o Hemisfério Norte lidera com 85% da produção global, influenciando queda nos preços, especialmente pela Rússia e EUA.

Segundo o profissional, os EUA passam pelo ritmo mais lento de exportação dos últimos 50 anos, mesmo com uma produção boa em termos de qualidade. Isso por conta dos preços menos competitivos em relação ao trigo do Mar Negro. A Rússia, em contrapartida, tem investido nos portos para ampliar seu escoamento do cereal.

No Brasil, Mihailovici pontuou que todas as commodities passam por um momento de queda. Além disso, destacou a transição do fenômeno climático El Niño para o La Niña. Espera-se que o El Niño permaneça neutro até o meio do ano e, subsequentemente, no segundo semestre, o La Niña deve chegar. “Nos anos de ocorrência, o trigo alcançou uma produtividade muito boa tanto em São Paulo quanto nos demais estados do Sul”, ele enfatiza, ressaltando a influência direta dos fenômenos climáticos na agricultura.

Mudança na presidência da Câmara Setorial

O Moinho Anaconda elegeu Nelson Montagna como Presidente, enquanto a Castrolanda escolheu José Oliveira para o cargo de Vice-Presidente da Câmara Setorial do Trigo de São Paulo. Ambos ocuparão seus cargos durante o biênio 2024/25. Palestras sobre as novidades da próxima safra e uma apresentação crucial enriqueceram a reunião, destacando a importância do manejo adequado do trigo no pós-colheita e ressaltando a relevância de práticas sustentáveis no setor agrícola.

O Sindicato da Indústria do Trigo no Estado de São Paulo (Sindustrigo) transmitiu a reunião ao vivo em seu canal do YouTube. O vídeo na íntegra pode ser acessado clicando aqui.

Fonte: Sindustrigo e Notícias Agrícolas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.