Terra Legal deve emitir 12 mil títulos em 2017

12 mil títulos é a expectativa de emissão do Programa Terra Legal para este ano, projeção que foi calculada com base na quantidade de processos de regularização de áreas nos nove estados que compreendem a Amazônia Legal. A informação foi divulgada no encerramento da Oficina de Planejamento do Programa Terra Legal, na última sexta-feira (17), em Cuiabá. Os chefes de escritórios regionais estiveram reunidos por três dias para potencializar a destinação de propriedades públicas federais, através do alinhamento dessa força tarefa que torna realidade o sonho da terra própria.

O dirigente da Subsecretaria Extraordinária de Regularização Fundiária na Amazônia Legal (Serfal) da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), Sorrival Lima, esteve à frente da organização do encontro e afirma que o evento superou as expectativas e todos saíram comprometidos em transformar 2017 no ano da titulação.

“Existe uma meta de doze mil títulos para serem emitidos esse ano. Isso vai ser possível com alinhamento e união de todos. É só colocar em prática o que foi discutido durante esses dias e cumprir o pacto. O carro está nos trilhos e vai andar. Também acreditamos que a MP 759 vai ajudar bastante e vamos fazer revolução na titulação da Amazônia Legal”, garante.

Os participantes foram divididos em grupos para encaminhar o planejamento operacional de cada estado, abordando temas como a titulação urbana e rural, cartografia, cadastro e administração. Todos tiveram a oportunidade de rever o processo de regularização de terras, sendo convidados a aperfeiçoar cada etapa por meio da troca de experiência entre eles e também com especialistas.

“A gente dividiu o evento em ilhas para que cada unidade regional pudesse conversar melhor com as áreas diferentes e conseguissem identificar as dificuldades para encontrar soluções. Debatemos sobre o pessoal, os recursos, os equipamentos e em cada ilha foi feito o encaminhamento. Não faltou conhecimento e pactuação, explica o subsecretário da Serfal.

 

São doze escritórios regionais espalhados pela Amazônia Legal e cerca de 50 dirigentes da força tarefa estiveram presentes. Para o chefe de divisão de Mato Grosso, Ronaldo Miguel Leite Filho, a realização da oficina anual é essencial para a continuidade do trabalho.

“Todo ano a gente faz esse trabalho de avaliação das metas, cumprimento do ano passado e projeção para o ano que está por vir. A ideia é sempre acelerar o processo de titulação e seguimos muito otimistas”, destaca.

Além da Serfal, o evento foi realizado através da Superintendência Nacional de Regularização Fundiária na Amazônia Legal (SRFA) do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em parceria com agência alemã Deustche Geselischaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ).

“O programa vem em uma evolução da forma de planejamento e temos noção dos erros e acertos. Essa oficina é uma oportunidade única de pactuar nossa ação e nos aproximarmos de Brasília. Que seja o ano no qual mais vamos produzir e superar o desafio de promover o acesso à terra na agricultura familiar”, conta o consultor da GIZ, Rogério Cabral.

Confira aqui como foi o primeiro e também o segundo dia da oficina.

 

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.