Trigo paulista espera nova safra recorde para 2021


Imagem: Pixabay


A cadeia produtiva do trigo de São Paulo se encontrou, de forma remota, na manhã de 03 de março, para a primeira reunião da Câmara Setorial do grão no estado para avaliar os números alcançados em 2020, o mercado do cereal e estimar a safra deste ano.

De acordo com o levantamento feito com base nos reportes das maiores cooperativas paulistas, o estado prevê um aumento de área de até 15%, com um novo recorde de produção. “Se tivermos um ano positivo em relação ao clima e as expectativas dos produtores se concretizarem, teremos uma produção de aproximadamente 340 mil toneladas em São Paulo”, afirmou o presidente da Câmara Setorial de Trigo, Victor Oliveira.

A reunião, que contou com a participação de diferentes elos da cadeia, debateu, além das estimativas da safra deste ano, os números de 2020 e o cenário do mercado nos primeiros dois meses de 2021. “De acordo com os números levantados no final do ano, junto as cooperativas e as movimentações de trigo registradas nesses últimos meses, podemos dizer que São Paulo bateu a casa de 300 mil toneladas produzidas. Parte do trigo produzido no estado, de acordo com as cooperativas ainda está em estoque e será comercializado ao longo dos próximos dias”, destacou Oliveira.

Da parte dos moinhos, o momento é de grandes incertezas, com muita volatilidade, fator que dificulta a vida das indústrias moageiras, por conta da complexidade de precificar o produto no mercado. “Podemos afirmar que este foi um dos inícios de ano com menor volume de vendas, com números muito baixos no estado. Fatores como a greve na Argentina e o alto preço do trigo resultam em uma queda representativa na moagem de São Paulo, que tem perdido participação no cenário nacional”, ressaltou o presidente.

{module Form RD}

Panorama do mercado
  

O Wheat Head Sales – Brazil da Sodrugestvo, Douglas Araujo, foi convidado pela Câmara para apresentar aos participantes da reunião um panorama do mercado de trigo no mundo, destacando as oportunidades e as estimativas para o grão no Brasil.

Segundo ele, o mundo tem passado por um ciclo de alta das commodities, fato observado sempre após um período de recessão como o que está sendo vivenciado com a pandemia. “Observamos um movimento de alta no milho, que reflete diretamente nos preços do trigo. Os fretes marítimos, por exemplo, que estavam estabilizados, sofreram um aumento de 80%, neste início do ano, quando comparados com dezembro de 2020, elevando em até 15$ a tonelada. Não vemos um alívio deste cenário em curto prazo”

A apresentação ainda apontou a possibilidade da comercialização do trigo Lituânio no estado, que diferente do Russo, pode ser moído no interior de São Paulo, sem restrições fitossanitárias. “Os dois trigos, da Rússia e da Lituânia chegam ao mercado no mesmo período do produzido em São Paulo. Temos a certeza de que os produtores paulistas podem apostar na produção do grão pois, o que não for absorvido pelos moinhos pode ser facilmente comercializado com outros estados ou, até mesmo, fora do país”, afirmou.

Ao final da reunião, a Embrapa Trigo apresentou um sistema de alerta da Brusone do trigo, doença que acarreta em prejuízos e frustações na safra contaminada. Segundo a apresentação, esse sistema, que foi desenvolvido pela entidade, analisa as condições da lavoura do grão, sinalizando se o cenário é favorável ou não para o desenvolvimento da doença na área analisada.

Fonte: Notícias Agrícolas   

 

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.