Vale a pena segurar a soja?


Imagem: Pixabay

Maior oferta e menor demanda tem derrubado os preços da soja, numa equação que dita a tendência atual das safras 2021/22 e 2022/23 tanto no Brasil como no Mundo. “A recomendação então, se você é produtor, é de vender o mais cedo possível, antes que caia mais. Já se você é indústria, a recomendação é não fazer estoques, comprando apenas a medida das suas necessidades do momento”, afirma o analista sênior da Consultoria TF Agroeconômica, Luiz Pacheco.

De acordo com ele, há maior oferta de soja e de óleos vegetais no mundo: “Os derrames de 1,0 milhão de toneladas de óleo de palma no mercado, pela Indonésia, impuseram ao óleo de soja prêmios negativos desde o primeiro semestre deste ano. Na quarta-feira desta semana haverá outro relatório do USDA mas, no que tange aos volumes, não deverá mudar muito do que o relatório de setembro registrou”.

{module Form RD}

“Como se percebe, de um lado, a produção mundial vai crescer 52,93 milhões de toneladas ou 15,71%, o que é muita coisa! Os estoques mundiais irão crescer 9,22 milhões de toneladas ou 10,28% e, de outro, a demanda chinesa irá diminuir em 2,76 milhões de toneladas ou 2,77%, parcialmente compensada pelo aumento de 1,2 milhão de toneladas na demanda europeia ou 9,82%”, explica o analista de mercado.

“Como sempre frisamos, os estoques mundiais são o indicador da tendência dos preços: se eles sobem, os preços caem; se eles recuam, os preços sobem. Estamos diante de um forte aumento dos estoques mundiais, de modo que a tendência dos preços da soja em todo mundo é de queda durante o ano todo, não linear, é claro, porque será feita de altos e baixos, mas, dentro de um canal de baixa”, conclui Pacheco.

Por: Leonardo Gottems | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.