Argentina estende esquema do dólar de soja para todos os produtos até 17 de novembro

Argentina estende esquema do dólar de soja para todos os produtos
Imagem: Pixabay

O governo argentino estendeu o esquema do dólar de soja a todos os produtos até 17 de novembro, dois dias antes do segundo turno da próxima eleição presidencial, de acordo com informações do AgriCensus.

O Ministério da Economia do país anunciou em 24 de outubro que os importadores poderiam utilizar o dólar CCL (contado con liquidación, também conhecido como dólar financeiro) para liquidar 30% dos lucros das exportações, representando um aumento de cinco pontos percentuais em comparação com a taxa anterior de 25%. A taxa oficial, atualmente em 365 pesos/US$, poderá ser usada para trocar o restante dos 70%.

“À medida que o dólar financeiro sobe, as condições melhoram para os exportadores”, comentou o analista Javier Preciado Patiño ao AgriCensus.

No dia do relatorio, o dólar CCL estava a 980,62 pesos/US$.

Resultados das eleições na Argentina e seu impacto no dólar de soja

O anúncio do governo veio depois que o ministro da economia, Sergio Massa, surpreendentemente emergiu como o líder nas eleições presidenciais de domingo, mesmo que as pesquisas anteriores favorecessem seu principal rival, Javier Milei, de acordo com o AgriCensus.

“Isso cria uma expectativa de continuidade da atual política econômica, assim, muitas das especulações sobre as possíveis mudanças se dissiparão”, acrescentou o analista.

Essa mudança pode influenciar o comportamento dos produtores em relação às vendas, conforme mencionado no relatório.

No mês passado, as vendas de soja foram lentas, já que os produtores retiveram as vendas devido à incerteza em relação à direção da política econômica do país, conforme relatou o AgriCensus.

A quarta edição do esquema do dólar de soja teve início em 5 de setembro e, inicialmente, deveria terminar em 30 de setembro. Posteriormente, estenderam a data limite até 25 de outubro. Em 11 de outubro, o governo incorporou girassol, óleo de girassol, sementes de girassol e cevada no programa. Isso sugere a possibilidade de expansão para outros itens.

Com base em estimativas de fontes no início de setembro, a Argentina possuía cerca de 7 milhões de toneladas de soja para comercialização. No entanto, acredita-se que o volume tenha diminuído para aproximadamente 3 a 4 milhões de toneladas no momento do relatório.

Desde o início da quarta edição do esquema do dólar de soja em 5 de setembro, as vendas de soja totalizaram 5,1 milhões de toneladas.

“É difícil prever se isso incentivará mais vendas por parte dos agricultores, uma vez que o estoque é limitado. Teremos que aguardar para ver”, comentou uma fonte ao AgriCensus.

Fonte: Oils & Fats International

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.