Bolsas desestimulam exportação de milho

Bolsas desestimulam exportação de milho
Imagem: Pixabay

As quedas do dólar, da Bolsa de Chicago e da B3 tiveram um impacto negativo no mercado externo de milho brasileiro. A TF Agroeconômica divulgou essas informações. Isso acabou desestimulando a realização de novas vendas. “Os prêmios mantiveram-se em $83 para os embarques de outubro. Em novembro, caíram fortes $25 cents/bushel para $55. Entretanto, subiram $2 cents/bushel para $90 em dezembro”, comenta.

O mercado de exportação está muito lento atualmente. Os vendedores decidiram se ausentar. Isso ocorreu devido aos recuos de 1,01% do dólar, 0,66% na Bolsa de Chicago e 0,39% na B3. Quanto à safra 2023/24 no Brasil, o plantio do milho-verão no Centro-Sul do País alcançou 41% da área prevista até a última quinta-feira (12), enquanto, ante 37% na semana anterior e 46% na comparação com igual período do ano passado. No Sul, onde o plantio já está bem avançado, entretanto, a alta umidade e a cigarrinha seguem no foco do produtor. Nos Estados do Centro-Sul de calendário mais tardio, porém, a prioridade dada à soja limita o avanço inicial da semeadura do milho, como é tradicional nesta época do ano.

Exportação e mercado interno no Paraguai: Os preços e o rumo dos negócios

O ritmo dos negócios no Paraguai é ditado pela exportação, e ainda não foi explorado completamente o bom potencial a ser negociado. O preço médio da semana ficou em torno de 170,00 U$D/MT na FAS Assunção, mas alcançou níveis mais elevados, aproximando-se de 175,00 U$D/MT na quinta-feira.Da mesma forma que não observamos grandes negócios, o vendedor busca níveis de 175,00 – 180,00 U$D/MT nos portos de Assunção e no interior 160,00 U$ D/MT pelo menos.

Concluímos que a exportação pelos rios continua a ditar o rumo dos negócios e os preços, com um percentual interessante a ser negociado no mercado. Isso ocorre porque o mercado interno (Alcoholeras e polleros) está um tanto recuado, em muitos casos com programas já feitos para o ano.

Fonte: Leonardo Gottems | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.