Chile confirma primeiro caso de gripe aviária em granja comercial e suspende automaticamente exportação de carne de aves



Imagem: Pixabay


O Serviço Agropecuário (SAG) do Chile confirmou a detecção do primeiro caso de gripe aviária no setor privado, correspondente a uma unidade industrial avícola localizada na Região de O’Higgins. Após a constatação, o SAG ativou o protocolo existente que envolve o abate das aves afetadas e o isolamento da área, medidas sanitárias que visam evitar a propagação da doença para outras granjas avícolas.

O ministro da Agricultura, Esteban Valenzuela, especificou que é “um caso comprovado em um campus da Agrosuper no setor oeste da comuna de Rancagua. O SAG procedeu ao controlo da referida área e de imediato, além disso, cumprindo as mais rigorosas normas, foi informada a Organização Mundial da Saúde Animal (OMSA) e, por isso, foi encerrada a exportação de carne de aves”, deteve a autoridade.

{module Form RD}

A medida, tomada pela SAG, traduz-se na auto-suspensão da certificação das exportações de produtos avícolas nacionais, decisão comunicada à OMSA e a todos os seus parceiros comerciais.

A esse respeito, Carlos Orellana, chefe da Divisão de Proteção Pecuária do SAG, explicou que a medida tomada pelo serviço se explica em que “estamos vendo agora é a afetação de uma fazenda comercial, estamos falando de 40 mil aves reprodutoras. Essa planta está localizada na sexta região e por precaução suspendemos nossa certificação de exportação”, afirmou.

O(s) director(es) nacional(is) do SAG, Andrea Collao, referiu que “há quase 4 meses que o Serviço Agropecuário desenvolve uma estratégia sanitária de prevenção (…) Em menos de 24 horas foi efectuada uma detecção precoce , o que reflete que o sistema funciona e, portanto, precisamos enfatizar as medidas de biossegurança que os estabelecimentos devem ter”, disse Collao.

Cabe destacar que o SAG vem trabalhando em estreita colaboração com o setor privado desde o levantamento do alerta global sobre um vírus altamente patogênico que chegou ao país através de aves migratórias do hemisfério norte em dezembro do ano passado, ativando uma campanha de emergência em todo o Chile . Até o momento, existem 12 regiões com casos positivos de influenza aviária altamente patogênica em aves silvestres e domésticas, com um total de 27 espécies de aves afetadas.

Precisamente da indústria, Juan Carlos Domínguez, presidente da Chile Carne, expressou que “dados os protocolos que o SAG teve e a implementação, foi possível alertar com antecedência e, portanto, já estão sendo tomadas medidas para conter (…) em menos de 30 dias poderemos recuperar o status de país livre da gripe aviária que sempre tivemos”, disse o representante sindical.

Durante este período de 4 meses, o SAG recolheu amostras a mais de 16.000 aves domésticas, quase 4.000 aves industriais e quase 3.000 aves selvagens, de forma a detectar atempadamente a presença do vírus e tomar as medidas necessárias para minimizar a sua ocorrência. seu impacto no país.

Fonte: Notícias Agrícolas

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.