Estimativas do agro gaúcho em meio às inundações

Estimativas do agro gaúcho em meio às inundações
Imagem: Canva

Os alagamentos ainda seguem no Rio Grande do Sul e estão gerando preocupações significativas, especialmente no setor agrícola. Marcos Rubin, fundador da @Veeries Agronegócio, expressou sua apreensão diante dos desafios decorrentes dessas condições climáticas adversas.

A umidade excessiva tem causado sérios prejuízos às lavouras de soja e milho, resultando em descontos para os produtores e aumentando o risco de perdas na produção. Estimativas apontam que as perdas podem alcançar 1,5 milhão de toneladas de soja e 400 mil toneladas de milho, ampliando a pressão sobre os agricultores da região.

Embora algumas esmagadoras de soja tenham retomado as operações, uma unidade em Canoas continua enfrentando dificuldades devido aos impactos diretos das inundações. A redução da mistura de biodiesel no óleo diesel, inicialmente aplicada em todo o estado, agora está restrita a municípios específicos, incluindo Canoas, Esteio, Rio Grande e Santa Maria, levantando preocupações no setor.

Os problemas nas estradas persistem, causando danos adicionais e atrasando os esforços de reparo das infraestruturas afetadas. As estimativas de custos para reconstrução variam de acordo com as fontes, mas todos concordam que o investimento necessário será significativo. Essa situação também tem impacto direto no transporte de produtos agrícolas, agravando ainda mais a situação para os produtores.

Embora o Porto de Rio Grande esteja operando normalmente nesta segunda-feira, as dificuldades de acesso devido aos bloqueios nas estradas têm dificultado a chegada de soja ao porto. Essa situação gera preocupações adicionais para o escoamento da safra e para a logística de exportação.

As misturadoras de fertilizantes na região enfrentaram perdas significativas devido às inundações em seus depósitos. O impacto total desses danos só será conhecido após a diminuição do nível da água. Apesar disso, já é evidente que as entregas programadas para maio estão comprometidas, especialmente na Grande Porto Alegre.

Fonte: Leonardo Gottems | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.