As perdas de grãos da Ucrânia podem ultrapassar US$ 3,2 bilhões este ano

As perdas de grãos da Ucrânia podem ultrapassar US$ 3,2 bilhões este ano
Imagem: Adobe Stock

As perdas do setor agrícola ucraniano de grãos e oleaginosas podem ultrapassar US$ 3,2 bilhões este ano devido ao aumento dos custos logísticos, combinado com o aumento dos preços de combustíveis e fertilizantes. Isso pode levar à redução das áreas plantadas nos próximos anos, segundo a Reuters.

Embora seja um dos principais produtores e exportadores globais de alimentos, com um setor agrícola tradicionalmente lucrativo, as autoridades e os agricultores ucranianos não informaram os resultados financeiros em 2022, segundo o relatório de 19 de outubro.

Antes da invasão russa em fevereiro passado, a Ucrânia havia enviado a maior parte de suas exportações por meio de portos de águas profundas no Mar Negro. No entanto, eles foram total ou parcialmente bloqueados desde o início do conflito, conforme relatado pela Reuters.

As oportunidades limitadas de exportação, agora centradas nos pequenos portos do rio Danúbio e na ferrovia para a Europa Oriental, multiplicaram o componente logístico e, consequentemente, reduziram o preço que os comerciantes podem oferecer aos agricultores, de acordo com o relatório.

O fechamento dos portos também levou a um aumento acentuado no preço do combustível importado, sementes, fertilizantes e peças de reposição para maquinário agrícola, segundo o relatório.

O maior agronegócio da Ucrânia, o Agrarian Council, foi citado como tendo dito que o custo da produção de trigo em 2023 era de cerca de US$ 146 por tonelada, com um preço médio de venda de US$ 102 por tonelada. Os agricultores gastam US$ 149 por tonelada para cultivar milho, mas podem vendê-lo por US$ 94 por tonelada.

De acordo com o Conselho, até mesmo a produção de girassol e colza não seria lucrativa este ano, e somente a soja seria lucrativa para os agricultores.

Os produtores disseram que as grandes perdas já haviam levado à redução das plantações para a safra de 2024.

Desafios financeiros e clima adverso afetam grãos na agricultura ucraniana

“Os agricultores determinarão a área que podem semear. Essa decisão se baseia principalmente em sua capacidade financeira”, afirmou Oleh Khomenko. Ele é o chefe do Ukrainian Agribusiness Club, uma associação empresarial.

Além das dificuldades financeiras, o clima desfavorável poderia reduzir significativamente a área de semeadura na Ucrânia na última parte deste ano, segundo o relatório.

De acordo com as previsões meteorológicas, o estado ucraniano enfrenta uma falta prolongada de chuvas. Isso prejudica a semeadura das culturas de inverno e o crescimento das plantas já semeadas.

As áreas mais afetadas pela umidade do solo foram Odessa, Kherson, Mykolaiv, Kirovohrad, Vinnytsia, Cherkasy e Kharkiv. Até 20 cm das camadas superiores do solo estavam completamente secas, conforme informado pelos meteorologistas.

A área plantada de girassol na Ucrânia aumentou este ano. Os dados são do International Grain Council (IGC). Eles foram publicados pela Union for the Promotion of Oil and Plant Proteins (UFOP) da Alemanha em 12 de outubro.

Crescimento na Ucrânia e desafios na UE

Além disso, espera-se que o rendimento da semente de girassol na Ucrânia aumente em comparação com 2022. O IGC projetou uma produção total de 15,3 milhões de toneladas. Isso representaria um aumento de 8,9% em relação ao ano anterior.

A área plantada de girassol nas atuais “áreas não controladas” da Ucrânia foi responsável por uma parcela significativa da produção geral, segundo o relatório.

Na Rússia, a colheita de grãos de girassol começou em setembro. A produção deve manter-se em 16,4 milhões de toneladas, igual ao ano anterior.

De acordo com dados do IGC, previu-se que a produção global de sementes de girassol totalizasse 56,1 milhões de toneladas no ano comercial de 2023/24. Isso seria 300.000 toneladas menor do que a previsão do mês anterior.

A redução da previsão deveu-se principalmente a uma safra menor na UE-27, que deverá totalizar cerca de 10,3 milhões de toneladas.

Fonte: Oils & Fats International

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.