Syngenta pede rápida aprovação da nova lei de sementes na Argentina

O presidente da Syngenta para América Latina Sul, Antônio Aracre, afirma que a Argentina precisa de uma nova lei que proteja a propriedade intelectual de sementes. Falando com exclusividade ao Portal Agrolink, o executivo apontou que cerca de 80% dos produtores daquele país fazem uso próprio de sementes sem pagar pela tecnologia. 

O projeto de lei que está sendo discutido por membros do governo, deputados, agricultores e produtores de sementes busca uma legislação que prejudique o menos possível as partes. Se aprovada antes da próxima colheita, Aracre prevê que os investimentos no setor de biotecnologia decolem na Argentina.

“Temos uma lei que já tem mais de 40 anos. Em todo esse tempo houve uma transformação brutal da tecnologia. Precisamos gerar uma boa lei, que possa valer por pelos 20 anos mais e gerar um significativo número de novos empregos,” projeta Aracre. Ele prevê a criação de 100 mil postos de trabalho apenas na cadeia de soja com uma lei que remunere melhor as empresas por pesquisa e desenvolvimento.

 

Fonte: Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.