Trigo é o segundo cereal mais produzido no mundo

Trigo é o segundo cereal mais produzido no mundo

Trigo é o segundo cereal mais produzido no mundo
Um dos cereais mais antigos e cultivados no mundo, o trigo ocupa seu espaço entre os produtores rurais brasileiros principalmente no Paraná e Rio Grande do Sul, mas também está sendo adaptado para as regiões de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Caracterizado como uma cultura de inverno, o trigo tem seu dia comemorado nesta quinta-feira, 10 de novembro.

No Brasil, a produção do cereal na última safra foi de 5,5 milhões de toneladas distribuídas entre os estados da seguinte forma: Paraná, com 3,6 milhões; Rio Grande do Sul, com 1,5 milhão; São Paulo, com 263 mil; Minas Gerais com 245 mil e Santa Catarina com 117 mil.

De acordo com os registros históricos, o trigo já era produzido, em grande escala, há cerca de 10.000 a.C, em uma região conhecida como Crescente Fértil, que hoje ligaria o Egito ao Iraque.

Dentre os principais cereais atualmente produzidos no mundo (atrás apenas do milho), o trigo é o que menos necessita de água. Zonas de clima temperado, com presença de chuvas moderadas e umidade abaixo de 75%, são favoráveis para o plantio. 

Na culinária mundial, a farinha de trigo é um dos ingredientes mais utilizados e sua qualidade está diretamente relacionada a uma série de fatores como a sanidade dos grãos, o estado de conservação da matéria prima e até o tipo do cereal.

 

Comissão – A Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA atua para aumentar a oferta do produto no Brasil, considerando que a demanda interna está em torno de 10,7 milhões de toneladas.

A Comissão propõe uma política específica para a cadeia do trigo, já que a produção é insuficiente para suprir o mercado interno.

Para o presidente da Comissão, Almir Dalpasquale, o governo brasileiro precisa reconhecer a necessidade de investir mais no desenvolvimento desta cadeia. 

“Infelizmente temos poucas políticas públicas voltadas ao seu cultivo do trigo. É muito importante que o governo brasileiro olhe isso com melhores olhos, pois é um cereal de grande importância na mesa dos brasileiros”, afirmou.

 Fonte: CNA – Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.