Valor Bruto da Produção do milho cresce 38,46%

O Valor Bruto da Produção (VBP) do milho registrou crescimento de 38,46% este ano, passando de R$ 3,9 bilhões em 2016 para R$ 5,4 bilhões na temporada atual. O indicador é a expressão monetária da soma de todos os bens e serviços produzidos no agronegócio num dado período de tempo

Para se ter uma ideia, a estimativa do VBP total da agropecuária brasileira de 2017 é calculado em R$ 546,3 bilhões. Trata-se do melhor resultado dos últimos 27 anos, com um montante 5,3% superior ao do ano passado, que foi de R$ 519 bilhões. 

Destaca-se o crescimento do valor do milho que, neste ano, foi 25,7% superior a 2016 (que registrou resultado negativo). Como parâmetro, a produção de milho em 2017 deve influenciar em até 8,4% no Valor Bruto da Produção Agropecuária do Mato Grosso do Sul, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). 

Para o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho), Alysson Paolinelli, a elevação do VBP do milho neste ano mostra que a cultura está ganhando contornos de boa valorização. Para ele isto demonstra que o milho continua sendo importante na produção agrícola, ganhando reconhecimento do mercado. 

 

Ex-ministro da Agricultura, Paolinelli ressalva que é preciso ter políticas públicas que consolidem essa retomada, com planos de apoio à produção que tenham regras claras e de longo prazo. “O governo precisa apoiar o produtor porque é o agronegócio que tem gerado a maior parte das riquezas no Brasil”, assinala.

Outras Culturas

Além da safra de 234,3 milhões de toneladas estimada pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), o aumento da produtividade, da ordem de 21%, é outro fator relevante no incremento do VBP agrícola deste ano. As lavouras devem ter aumento de 11,3% em valor, totalizando R$ 376,3 bilhões, com valor bruto das principais lavouras estimado em 69%. 

 

 

De acordo com o coordenador-geral de Estudos e Análises do Mapa, José Garcia Gasques, a maior parte das lavouras tem apresentado desempenho melhor do que em 2016. Preços e maior produção são os principais responsáveis por isso.

Fonte: Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.