Clima deve acelerar o ciclo das lavouras

Clima deve acelerar o ciclo das lavouras
Imagem: Canva

O boletim mais recente do USDA indica chuvas importantes no centro-norte dos EUA, aliviando a seca persistente de algumas regiões. No entanto, a seca continua afetando áreas a oeste das Montanhas Rochosas, com potencial impacto negativo nas lavouras.

No centro-norte dos EUA, uma tempestade de primavera lenta trouxe chuvas importantes, com acumulados locais de mais de 50 milímetros. Essa precipitação restabeleceu fundamentalmente a umidade do solo, que a seca do último verão e um inverno com precipitação de neve abaixo da média haviam severamente comprometido.

Além disso, as Planícies registraram tempestades severas que se espalharam para o Meio-Oeste nos dias subsequentes. A região do Vale do Mississippi Médio também experienciou condições climáticas adversas em 18 de abril.

Extremos climáticos nos EUA

Apesar das chuvas terem se dissipado na Costa Atlântica ao final da semana, chuveiros intensos persistiram no Sul, com algumas localidades registrando mais de 50 milímetros de chuva. Enquanto isso, o clima seco predominou a oeste das Montanhas Rochosas e se estendeu por áreas do centro-norte, incluindo partes das Grandes Planícies e estados como Kansas, Oklahoma e o norte do Texas. Esta seca prolongada pode exacerbar as condições de estresse hídrico nas lavouras, afetando o desenvolvimento das plantas e diminuindo as expectativas de rendimento.

As temperaturas se mostraram bastante elevadas, com médias semanais de 2,8 a 5,6°C acima do normal em regiões desde as regiões orientais das Planícies Centrais e do Sul até os Estados do Atlântico Médio e Sul, com exceção da península da Flórida. As regiões dos Vales do Ohio e do Tennessee, além das áreas central e sul dos Apalaches, registraram temperaturas mais elevadas do que o normal. Essas temperaturas mais elevadas podem acelerar o ciclo de desenvolvimento de várias culturas, o que requer monitoramento e ajustes no manejo por parte dos produtores.

No contraste, observou-se condições mais frias principalmente nas áreas nortenhas do país, as quais afetaram as seções norte das Montanhas Rochosas e das Grandes Planícies. À medida que a semana avançou, uma onda de ar mais frio cobriu as Planícies, o Meio-Oeste e o Noroeste, uma mudança que pode afetar as culturas em germinação ou em estágios iniciais de desenvolvimento.

Andamento das lavouras

Milho: Até 21 de abril, os produtores haviam plantado 12% da safra nacional de milho, igualando o percentual do ano anterior, porém 2 pontos percentuais à frente da média dos últimos cinco anos. No Texas, 68% da área plantada avançou, 2 pontos abaixo do ano anterior, mas 3 acima da média. 3% do milho plantado nos EUA emergiu, superando 1 ponto percentual comparado ao ano anterior e à média quinquenal.

Soja: 8% da área nacional de soja já foi plantada, igualando o ano passado, superando a média de cinco anos em 4 pontos percentuais. Arkansas e Louisiana avançaram mais no progresso, com 43% e 42% de suas áreas já plantadas, respectivamente.

Algodão: Em abril, 11% da safra nacional de algodão estava plantada, igualando o percentual médio dos últimos cinco anos e do ano anterior. No Arizona, 42% da área já foi plantada, superando o ano anterior em 12 pontos percentuais e a média em 1 ponto.

Fonte: Gabriel Rodrigues | Agrolink

Facebook
Twitter
LinkedIn

Aboissa apoia

Fique por dentro das novidades
e melhores oportunidades do
agronegócio – inscreva-se já!

Ásia

Arábia Saudita

Bangladesh

China

Singapura

Coréia do Sul

Emirados Árabes Unidos

Filipinas

Índia

Indonésia

Iraque

Jordânia

Líbano

Malásia

Omã

Qatar

Turquia

Vietnã

Hong Kong

América

Argentina

Bolívia

Brasil

Canadá

Chile

Colômbia

Equador

Estados Unidos

Guatemala

Ilhas Virgens Britânicas

México

Nicarágua

Panamá

Paraguai

Perú

Uruguai

Suriname

Venezuela

República Dominicana

Costa Rica

Cuba

África

África do Sul

Argélia

Camarões

Costa do Marfim

Egito

Libéria

Marrocos

Serra Leoa

Sudão

Quênia

Tunísia

Ilhas Maurício

Europa

Albânia

Alemanha

Bélgica

Bulgária

Espanha

Finlândia

França

Inglaterra

Italia

Lituânia

Polônia

Portugal

Rússia

Turquia

Sérvia

Suécia

Suíça

Ucrânia

Chipre

Estônia

Irlanda

Romênia

Oceania

Austrália

Nova Zelândia

Solicite uma cotação!

Preencha o formulário e obtenha atendimento para suas necessidades comerciais.
Nossos especialistas estão prontos para oferecer soluções personalizadas.

*No momento não estamos trabalhando com intermediários.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.